O anjo

Em 2007 tive que fazer uma cirurgia bastante difícil e de grandes riscos. Estava por isso com bastante medo do insucesso da mesma e, vivi uma experiência inacreditável. Nos preparativos para a operação, fui a uma consulta do médico anestesista. Apareceu me um doutor todo bem-disposto. Homem dos seus 45 anos, cabelo pente zero, vestido simplesmente e com um largo sorriso de boas-vindas nos lábios. Falamos de coisas praticas e a uma certa altura ele disse me que tinha feito ele mesmo uma cirurgia e, guiado por um colega, mesmo antes de adormecer pensou em coisas boas e ficou numa situação agradável toda a operação. Eu sorri e disse lhe que era como São Tomas “ ver para crer”.Ficamos por ali. No dia da operação, quando cheguei ao bloco, ele voltou a falar me daquilo. Eu estava nervosa. Mesmo antes de adormecer- me ele disse para eu pensar em algo de agradável. E eu pensei: estava sentada na minha cadeira em ferro verde, na rua, junto a porta da cozinha da minha casa em Portugal. Virada para a vinha como faço tantas vezes, observava o por do sol. Que paz! Ao fundo, de dentro da porta da cozinha, vinham as vozes dos meus “putos” que conversavam não sei bem de quê… Estava em casa, com os meus: nada de melhor podia imaginar. “ Madame Santos c’est fini”. Não podia ser, já tinha passado tudo? Tinham passado seis horas, para mim depressa demais. Eu estava tão bem! Não sei sequer o nome daquele médico mas sei que faz parte daquelas pessoas que gostam de ver os outros felizes….acho que era um anjo!

Abraços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s